Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Assistência em Viagem automóvel

É normal que tenha várias dúvidas relativamente à cobertura Assistência em Viagem uma vez que a mesma tem características muito específicas. Desta forma, e porque este assunto nunca se esgota, pretendemos esclarecê-lo acerca das principais cláusulas desta cobertura. No entanto, antes de solicitar algum dos serviços que iremos expor, convém confirmar nas suas Condições Particulares se o mesmo está garantido.

Garantia às pessoas

A seguradora além de garantir o reboque do veículo seguro quer tenha ocorrido um acidente ou uma avaria, garante igualmente o transporte dos seus ocupantes. Os tripulantes podem ser transportados até ao seu domicílio ou até ao local de destino da viagem, desde que estes últimos gastos não sejam superiores aos primeiros. Se o número de ocupantes assim o justificar e, se houver disponível no local, a seguradora pode colocar à disposição do segurado um veículo de aluguer sem condutor.

Por outro lado, se o seu veículo ficar imobilizado em consequência de avaria e, se a reparação reunir condições para ser feita no local mas demorar mais que um dia, a seguradora pode suportar a estada das pessoas seguras num hotel.

Envio de motorista

Pode igualmente ser enviado um motorista profissional se, em caso de doença súbita acidente ou morte, o segurado não possa conduzir o veículo. Se a sua Assistência em Viagem possuir esta cláusula saiba que a seguradora se responsabiliza apenas pelos gastos com o motorista, como alimentação, transporte, alojamento e honorários.

Automóvel de Substituição

A cobertura Assistência em Viagem pode ainda garantir um veículo de substituição no caso do seu ter avariado. Muitas seguradoras exigem que, para usufruir desta cobertura, tenha que acionar a Assistência em Viagem. De qualquer das formas, terá que obter uma declaração da oficina onde o seu veículo está imobilizado, atestando isso mesmo e referindo o número de dias prováveis para a sua reparação. Deve, depois, contactar o seu mediador ou a sua seguradora e proceder conforme as indicações fornecidas.

Falta de combustível

Se ficar sem combustível durante uma viagem, a seguradora pode fornecer gasóleo ou gasolina suficiente para que o veículo chegue ao posto de abastecimento mais próximo. De referir que os custos com o combustível são da responsabilidade do segurado.

Perda de chaves

Se trancar o seu carro com as chaves lá dentro, ou ainda, se perder as mesmas ficando, deste modo, impossibilitado de abrir as portas ou de circular com a viatura, a seguradora pode enviar um serviço de desempanagem que resolva o problema. Contudo, a seguradora não será responsável pelos danos que possam decorrer desta situação, como o arranjo da fechadura por exemplo.

Exclusões

Existem várias exclusões no que toca a esta cobertura que devem ser tidas em consideração. Por exemplo, se solicitar o serviço de assistência sem ser através da seguradora, o serviço pode não lhe ser reembolsado (salvo em casos de força maior).

Também não fica garantido o serviço solicitado para locais não reconhecidos como acessíveis e adequados à circulação do veículo seguro.

Reparações do automóvel, incluindo o custo de peças e mão de obra não são pagas pela seguradora, assim como as despesas com combustível.

A solicitação do serviço de assistência para sinistros ocorridos em consequência da prática de desportos de competição também não fica garantida.

Não estão igualmente cobertas as despesas de assistência por gravidez ou parto ou por qualquer tipo de doença mental.

Franquias

Podem ser aplicadas franquias quilométricas no serviço de assistência. Estas franquias variam consoante se trate de acidente, avaria, furto ou roubo. Os quilómetros são contados a partir do local de residência do tomador do seguro.

Deve ter em atenção que nem todas as situações expostas podem estar garantidas no seu contrato de Assistência em Viagem. É importante verificar com o seu mediador quais as cláusulas aplicáveis ao seu contrato de Assistência. Muitas seguradoras têm mais que um tipo de Assistência em Viagem que vai desde a assistência mais básica até à mais completa. Deverá, pois, analisar qual a melhor escolha para o seu caso. Como fatores de decisão deve ter em conta o número de quilómetros que faz com a viatura, a frequência com que a usa ou a idade do carro.

Se faz muitos quilómetros por ano e percorre longas distâncias deve ponderar a Assistência em Viagem mais completa ainda que tenha de pagar um pouco mais.

Subscrever actualizações

rss

Comentários



AVISO:Todos os artigos publicados no blogue mediador.pt são puramente informativos e não podem ser confundidos com aconselhamento financeiro.