Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Condição Especial do Protocolo IDS

A Indemnização Directa ao Segurado assenta em que sejam cumpridas determinadas condições para que possa regularizar o processo de regularização de sinistros. Contudo e no sentido de facilitar estes processos foi criado a CIDS Condição Especial do Protocolo IDS, pois vem alargar e complementar a abrangência do Protocolo, já que para poder usufruir dela existem menos requisitos face aos que foram já enumerados no artigo: Indemnização directa ao segurado

Razões de existência deste protocolo:

  • DAAA não ter sido preenchida
  • DAAA não ter sido assinada pelos 2 intervenientes
  • DAAA não entregue no prazo legal (8 dias)

Se a participação não for efectuada através da DAAA, o metodo mais simples e que é um impresso aprovado por lei. Poderá efectuar a participação de acidente através de outro meio, nomeadamente num papel onde conste:

  • Nomes dos intervenientes
  • Matrículas das viaturas intervenientes
  • Data e hora do acidente
  • Local do acidente
  • Descrição sumária do acidente
  • Esboço do acidente
  • Danos no próprio veículo.
  • Dados do outro veículo
  • Apólices dos seguros (número)

Este regime visa desbloquear situações em que os condutores não chegam a acordo e por isso se recusam assinar a DAAA, já que hoje em dia é raro nunhum dos condutores ter uma DAAA consigo. Ou pela entrega atempada da mesma na sua seguradora.

É  sempre mais fácil usar a DAAA pois nela está contida a  informação mais importante para as seguradoras e que possam  regularizar os sinistros de forma mais rápida. E nem todas as companhias de seguro utilizam a Condição Especial do Protocolo IDS.

Subscrever actualizações

rss

Comentários



AVISO:Todos os artigos publicados no blogue mediador.pt são puramente informativos e não podem ser confundidos com aconselhamento financeiro.