Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

História da Groupama Seguros

A presença da Groupama Seguros em solo nacional já se faz sentir desde de 1920, ano em que se verificou a abertura das agências Nationale Vie e Nationale Risques Divers, nessa altura detidas pela Gan Portugal, nome que viria a ser substituído em 2005 pela actual designação e que resultara da privatização concluída em 1998.

Os passos inaugurais da Gan por terras de Camões foram essencialmente dados nos diversos segmentos de particulares, sobretudo ao nível das apólices de vida, doença e acidentes pessoais. Porém, a intensa procura dos consumidores pedia a entrada em vias complementares, o que acabou por acontecer de forma progressiva ao longo dos anos, tendo-se reflectido com maior veemência na última década.

A grande alteração à operacionalidade da empresa em Portugal ocorreu em 1932, data em que a gestão dos negócios da Gan em solo nacional deixa de se realizada a partir das congéneres espanholas. Esta modificação de estratégia favoreceu as possibilidades de desenvolvimento da entidade e pouco tempo depois os seguros automóvel, marítimo e contra incêndios constavam da sua vasta (e crescente) oferta.

O progresso empresarial da Gan era notório e terá sido esse o principal motivo que ditou a fusão das agências existentes numa Delegação Geral, em 1976, sete anos antes de ser oficialmente indicado um quadro de gestores internos. A evolução continuou e em 1992 são fundadas a Gan Portugal Vida – Companhia de Seguros (destinada aos ramos vida e fundos de pensões) e a Gan Portugal Seguros (para os denominados sectores reais). No entanto, a proximidade com o novo milénio trouxe algumas contrariedades à empresa, tendo a privatização sido o caminho escolhido para solucionar parte dos problemas que entretanto tinham emergido.

História da Groupama

Nascida a 4 de Julho do longínquo ano de 1900, em França, por iniciativa de um grupo de agricultores que viram na constituição de um agregado mutualista a única saída para resolver a escassez de financiamento da actividade. Volvido mais de um século, a Groupama (Groupe des Assurances Mutuelles Agricoles) ganhou importância em vários campos, possuindo uma vasta experiência nos ramos da agricultura, saúde e habitação. Contudo, o seu espectro de acção abrange também os investimentos financeiros a curto e médio prazo, embora num âmbito substancialmente mais restrito.

A Groupama usufrui actualmente da cooperação de uma dinâmica rede de agências em 14 países da Europa e Ásia, procurando com frequência expandir a sua presença a novos mercados com um plano assente no cumprimento dos objectivos assumidos com os seus clientes. Não é por um mero acaso que se encontra entre as dez maiores seguradoras europeias, mesmo limitando a sua acção aos ramos generalistas dos seguros.

Website: www.groupama.pt

Subscrever actualizações

rss

Comentários



AVISO:Todos os artigos publicados no blogue mediador.pt são puramente informativos e não podem ser confundidos com aconselhamento financeiro.