Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

História da Seguros Logo

Os últimos anos não foram propriamente abonatórios para o mercado no seu conjunto e Portugal em especial, mas o sector dos seguros continua a ser um dos mais promissores e activos, no qual (ainda) vão surgindo novas empresas, algo que actualmente é bastante raro por terras lusitanas. Uma dessas recém-criadas entidades é a Logo, uma companhia de seguros plenamente harmonizada com o futuro tecnológico, operando em exclusivo por meio da venda directa de produtos e serviços, neste caso do ramo segurador.

Tendo iniciado a sua actividade com o nome Companhia de Seguros Claro, designação alterada em Dezembro de 2007, a Seguros Logo está presente sob esta forma em solo nacional desde 2008. Foi nesse mesmo ano que “invadiu” os meios de comunicação com uma estratégia de marketing de entretenimento apoiada nos trocadilhos com a marca Logo, o que parece ter dado os seus frutos, pois além dos seus anúncios mais tradicionais e outros menos convencionais que ficaram na memória dos consumidores, também a estética visual da marca conseguiu fomentar uma boa familiaridade com o público-alvo (jovens adultos), criando desde esse momento uma empatia muito valiosa para com os seus potenciais clientes.

Com uma bem-sucedida primeira abordagem ao target pretendido, a margem de erro do passo seguinte ficou, no entanto, consideravelmente reduzida, implicando maior atenção ao detalhe e um excepcional cuidado na oferta disponível. Porém, tal não foi obstáculo e prova disso são as máximas que a empresa se orgulha de respeitar: protecção, rapidez, eficácia e simplicidade, quatro vértices que devem ser trabalhados em prol do cliente para que lhe sejam facultados os produtos e serviços ao melhor preço possível.

Hoje em dia a Logo coloca à disposição dos clientes um pequeno mas abrangente leque de opções nos ramos automóvel, moto e habitação, apresentadas em diferentes apólices que se encontram distribuídas nos planos seguro auto e seguro casa. Esta distribuição de assaz concentração acaba por ser muito benéfica, permitindo elaborar propostas estritas para múltiplas combinações de coberturas e orçamento, o que é uma nítida vantagem quando os clientes são cada vez mais heteróginos e necessitam de ofertas com grande especificidade, contrariamente aos “clientes-tipo” de há uma década atrás.

Independentemente do produto escolhido, o facto de a Logo actuar pela via directa irá baixar o custo das apólices (uma enorme mais-valia), não prejudicando a qualidade do serviço prestado, nomeadamente ao nível da assistência e flexibilidade das soluções em carteira para qualquer produto subscrito à empresa. A adequação deste aos objectivos ambicionados pelo tomador do seguro dependerá unicamente do cuidado ao escolher a apólice e tudo aquilo que implica a aquisição desta.

Website: www.logo.pt

Subscrever actualizações

rss

Comentários



AVISO:Todos os artigos publicados no blogue mediador.pt são puramente informativos e não podem ser confundidos com aconselhamento financeiro.