Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Responsabilidade Civil para Festejos Populares

Com a chegada dos dias maiores e amenos chegam também os festejos populares. As festas populares atraem muitos adeptos e, no meio da confusão, os acidentes podem acontecer. Com o objetivo garantir os danos patrimoniais e ou não patrimoniais causados a terceiros é obrigatória a subscrição de um seguro de responsabilidade civil para festejos populares. Que também pode ser chamado de seguro para festas.

Público alvo

Este seguro é destinado a comissões de festas ou a particulares que tenham a seu cargo a responsabilidade pela organização do festejo.

O que garante?

O seguro de Responsabilidade Civil para Festejos Populares garante os danos que possam ser causados a terceiros no decurso dos festejos. Por exemplo se acontecer um acidentes e o palco cair, os danos provocados aos utentes da festa podem ser indemnizados.

O que não garante?

Existem várias situações que não estão seguras neste seguro de Responsabilidade Civil. Por exemplo os danos ocorridos com os trabalhos de montagem e desmontagem das instalações e equipamentos ou a falta de assistência técnica, de manutenção ou inspeção efetuada por empresa da especialidade ou pelas entidades competentes não ficam seguros. Também não ficam garantidos os danos causados com o transporte, carga ou descarga dos equipamentos de diversão.

Se existirem danos causados por alergias alimentares não ficam garantidos assim como os causados por deficientes condições de higiene na confeção de produtos alimentares.

Muitas vezes os ânimos tendem a aquecer mas lembre-se que os danos decorrentes de rixas, desordens ou brigas não estão cobertos assim como os decorrentes da intervenção de forças de segurança pública.

Capitais

O capital máximo de responsabilidade civil é definido pelo tomador do seguro quando subscreve a apólice. O capital escolhido irá ser o limite máximo de indemnização em caso de sinistro. Quanto maior for esse valor mais caro fica o seguro mas também mais garantias tem de que, em caso de acidente, o capital chega para o pagamento de todos os danos.

Franquia

A seguradora pode definir uma franquia por sinistro. Quanto mais baixa for a franquia mais caro fica o seguro mas o valor que fica a seu cargo em caso de sinistro é menor.

Sinistros

O sinistro deve ser participado à seguradora o mais rápido possível nunca ultrapassando os oito dias a contar da data do sinistro. A participação do acidente deve conter toda a informação relativa ao mesmo como as causas prováveis, as consequências e as suas circunstâncias.

Se está a pensar organizar um evento popular saiba que tem de possuir este seguro para conseguir a respetiva licença junto da entidade camarária. Independentemente dessa obrigação este seguro é uma mais valia para a comissão organizadora do evento.

Subscrever actualizações

rss

Comentários



AVISO:Todos os artigos publicados no blogue mediador.pt são puramente informativos e não podem ser confundidos com aconselhamento financeiro.