Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Seguro de saúde para funcionários públicos

Ser beneficiário da ADSE já não é desculpa para não subscrever um seguro de saúde. Com o objetivo de complementar as comparticipações da ADSE, nasceu o Sanos Funcionários Públicos. Este seguro, comercializado pela Tranquilidade, é unicamente destinado aos beneficiários da ADSE. Com uma tabela de preços bastante atrativa, este produto pretende conquistar um setor de mercado que até agora não aderia ao seguro de saúde. A principal vantagem do Sanos Funcionários Públicos é permitir ao beneficiário um maior reembolso das suas despesas médicas, pois apesar da comparticipação da ADSE ser bastante grande não é total.

Coberturas

As coberturas deste seguro de saúde são as essenciais: hospitalização, ambulatório e parto. Este seguro divide-se em três planos, a Opção I, que inclui hospitalização, a Opção II que além da hospitalização inclui ambulatório e a Opção III que além das coberturas anteriormente referidas também inclui parto.

Capitais

Os capitais disponíveis para a hospitalização é de €15.000 anuais, para o ambulatório €1.000 e para o parto €500.

Comparticipações

O Sanos Funcionários Públicos comparticipa também as despesas realizadas fora da rede ADSE, o que permite ao cliente manter o seu médico habitual. No caso da hospitalização a comparticipação da seguradora é de 100% nas despesas realizadas em hospitais dentro da rede ADSE. Fora desta rede a comparticipação é de 90%. Para o ambulatório a comparticipação é de 100% dentro da rede e 75% fora da mesma. A cobertura parto tem igualmente uma comparticipação de 100% dentro da rede e 90% fora.

Preços

Os prémios anuais a pagar para este seguro são bastante atrativos. Variam consoante a idade e o pacote escolhido mas podem ir desde €23,00 aos €235,00 anuais. O pagamento tem de ser feito por débito em conta mas pode ser fracionado.

Exclusões

As exclusões neste seguro são semelhantes às de qualquer seguro de saúde. Doenças pré existentes ou acidentes ocorridos antes do seguro, assim como tratamentos de infertilidade ou de cirurgia estética são algumas exclusões a ter em consideração.

Período de carência

À semelhança de outro seguro de saúde geral, o Sanos Funcionários Públicos também obedece a períodos de carência. Ou seja, só pode usufruir do seguro por motivo de parto passados 18 meses, varizes ou hérnias 1 ano, operações aos ouvidos dois anos e doenças no geral, 90 dias. Por motivo de acidente o seguro pode ser imediatamente ativado.

Idades de subscrição e permanência

Não há idade mínima para se subscrever o Sanos Funcionários Públicos. Desde que o agregado familiar esteja seguro, o recém nascido pode ser imediatamente incluído. A idade máxima para subscrever este produto é aos 60 anos sendo que só poderá permanecer até aos 70.

Com preços substancialmente inferiores aos dos seguros de saúde em geral, este produto vem ajudar os funcionários públicos que até agora não viam justificação económica para subscrever um seguro de saúde, mas que a partir deste momento podem ver bastante reduzidas as suas despesas médicas. Se é beneficiário da ADSE, não hesite e fale com o seu mediador. Em altura de apertar o cinto todas as ajudas são bem-vindas. Aproveite-as!

Subscrever actualizações

rss

Comentários



AVISO:Todos os artigos publicados no blogue mediador.pt são puramente informativos e não podem ser confundidos com aconselhamento financeiro.