Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Seguro para reboques e atrelados

Se possui um reboque ou atrelado e pretende fazer um seguro saiba que existem três formas de segurar um reboque: incluí-lo no seguro do automóvel ou fazer um seguro única e exclusivamente para o reboque ou atrelado.

Se fizer somente inclusão de serviço de reboque na apólice do veículo a motor que o reboca, os danos provocados pelo reboque só ficam seguros enquanto estiver atrelado ao veículo. Se, além de incluir serviço de reboque na sua apólice, especificar o reboque que segura designando-lhe uma matrícula este estará sempre seguro mesmo quando não estiver agregado ao carro. Pode ainda fazer um seguro de Responsabilidade Civil só para o reboque.

Tipos de reboque

Existem vários tipos de reboque que exigem igualmente diferentes formas de subscrever o seguro. Pode tratar-se de um reboque até 300 kg que usa a matrícula do carro, ou de um reboque agrícola com peso superior ou matrícula própria. Pode ainda tratar-se de um reboque de maiores dimensões destinado a veículos pesados, ou até de um semi-reboque . O tipo de reboque vai assim influenciar o preço e a forma de fazer o seguro.

Inclusão de serviço de reboque

Mesmo que faça um seguro só para o reboque, a apólice do automóvel que o vai rebocar tem que referir que faz inclusão de serviço de reboque. Se o reboque tiver até 300 kg e não possuir matrícula, basta esta informação constar na apólice não obrigando a que o reboque fique descriminado. Se, por outro lado, o reboque tiver matrícula este tem que possuir uma carta verde própria onde conste a marca e a matrícula do mesmo ainda que a apólice seja a mesma do carro.

Exclusão de serviço de reboque

Se não informar a seguradora que pretende atrelar um reboque ao automóvel vai aparecer a seguinte informação nas condições particulares da sua apólice: “exclusão de serviço de reboque”. Isto significa que se atrelar um reboque ao seu veículo, ainda que seja um de pequena dimensão como os reboques para a caça, o mesmo não está seguro.

Seguro para reboque

Se subscrever um seguro só para o reboque tem a garantia que, os danos provocados aos outros estarão sempre garantidos mesmo quando não estiver atrelado ao seu veículo. O reboque terá assim uma apólice própria e uma carta verde. Desta forma, se atrelar o reboque a vários veículos este estará sempre garantido. No entanto, terá que informar a seguradora que um determinado veículo faz serviço de reboque.

Coberturas

Regra geral a cobertura que se pretende subscrever para um reboque é a Responsabilidade Civil Automóvel uma vez que é a obrigatória. No entanto, dependendo do tipo de reboque também poderão ser subscritas coberturas de danos próprios.

Prémios

Os valores a pagar pela inclusão de um reboque na apólice variam de seguradora para seguradora. Existem inclusivamente seguradoras que não cobram qualquer valor pela inclusão de serviço de reboque desde que se trate de um reboque até 300 kg, como a Mapfre por exemplo.

Uma vez que o verão se aproxima aumentam as probabilidades de utilizar um reboque, seja para a caça, para transportar as malas das férias ou até para levar a moto de cross. A verdade é que o custo do seguro do reboque não justifica arriscar a circular sem o mesmo. Fale por isso com o seu mediador!

Subscrever actualizações

rss

Comentários

  1. Pedro Martins diz:

    Boa tarde Sandra,

    Qual é o decreto de lei?

    • Sandra diz:

      Caro Pedro
      O Artigo 9.º da Portaria n.º 387/99 de 26 de Maio regulamenta o seguro obrigatório nas “situações em que a circulação do veículo ou conjunto depende de autorização ocasional, o proprietário daquele deve fazer prova da existência de seguro destinado a garantir a responsabilidade civil emergente da circulação do mesmo para efectuar o transporte em causa”.
      Cumprimentos

  2. paulo diz:

    Bom Dia
    Gostaria de saber a sua opinião, relativamente a um sinistro provocado por um reboque que estava atrelado a um automóvel, mas que se soltou e vou embater noutro veiculo. Nesta situação funcionaria a cobertura?



AVISO:Todos os artigos publicados no blogue mediador.pt são puramente informativos e não podem ser confundidos com aconselhamento financeiro.